Eventos

A Igreja

 


Horário de reuniões:
Aos Domingos às 10h00h
E todas as 4ª feiras às 20h00h.

Consulte nossa agenda


 

 

 

 

 

 

Mensagens

 

A arca da aliança

A vontade de Deus

Uma palavra de Fé

Sede pois imitadores de Deus

O Nosso Desprezo e o Silêncio de Deus

 

 

 

 

 

 


 

A arca da aliança

‘’Ora, a primeira também tinha preceitos de serviço sagrado e o seu santuário terrestre. Com efeito, foi preparado o tabernáculo, cuja parte anterior, onde estava o cordeiro, e a mesa, e a exposição dos pães, se chama o Santo Lugar; por trás do segundo véu, se encontravam o tabernáculo que se chama o Santo dos Santos, ao qual pertencia um altar de ouro para o incenso e a arca da aliança totalmente coberta de ouro, na qual estava uma arca de ouro contendo o maná, a vara de Arão, que floresceu, e a tábua da aliança; e sobre ela os querubins de glória, que, com a sombra, cobriam o propiciatório. Dessas causas, todavia, não falaremos, agora, pormenorizadamente ‘’( Hebreus 9. 1-5 ).

Na primeira aliança, era estabelecido que onde estivesse a arca, ali estava a presença de Deus, por isso mesmo ela era protegida por anjos querubins, e por onde quer que ela passava, grandes milagres aconteciam, pois aonde está a presença de Deus, ali também está o seu poder.

‘’Quando chegaram à eira de Nacom, estendeu Uzá a mão à arca de Deus e a segurou, porque os bois tropeçaram. Então, a ira do Senhor se acendeu contra Uzá, e Deus o feria ali por esta  irreverência; e morreu ali junto à arca de Deus. ... ... Ficou a arca do Senhor em casa de Obede-Edom, o geteu, três meses; e o Senhor o abençoou e a toda a sua casa. ‘’( 2 Sm 6. 1-8 ).

Nos tempos passados, exatamente porque a presença de Deus estava na arca, ela era conduzida pelos sacerdotes a qualquer batalha que o povo de Israel tivesse de enfrentar, pois era esta a única forma de garantir a vitória, uma vez que a própria presença de Deus as acompanhava.
 ‘’ Assim, a arca do Senhor rodeou a cidade, contornando-a uma vez. Entraram no arraial e ali pernoitaram. ’’
( Josué 6;11 )

A arca da primeira aliança que até então era morada da presença de Deus, deu lugar a outra ‘’arca’’, nós, pois quando o Senhor Jesus veio a este mundo e morreu em favor de cada um de nós, Ele mesmo disse: ‘’E eu rogarei ao Pai e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós. ’’( Atos 14;16-17 ). Ou seja, nós somos hoje, exatamente o que era a Arca da aliança desde o tempo de Moisés, habitação e morada da presença de Deus, do Espírito Santo. Por isso mesmo, temos assim como naquele tempo anjos ao nosso redor para nos guardarem e nos protegerem, além também de que aonde quer que nós estejamos sempre estará o poder de Deus para realizar grandes milagres através de nossas vidas.

‘’Acaso não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que está em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço. Agora, pois, glorificai  a Deus no vosso corpo. ‘’ (1 Co 6. 18-19 ).


A vontade de Deus

‘’ Aconteceu que, estando ele nama das cidades, veio a sua presença um homem coberto de lepra; ao ver a Jesus, prostando-se com rosto em terra, suplicou-lhe: Senhor, se quiseres, pode purificar-me. E ele, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, fica limpo! E, no mesmo instante, lhe desapareceu a lepra. ‘’ (Lucas 5;12-13 )
 
É muito natural acontecer com cristãos, principalmente quando começam a engatinhar no evangelho, um questionamento quanto a evidência e eficácia do poder de Deus, para saber se Ele, Deus, é suficientemente capaz de solucionar ou não o seu problema, ou seja, se existe de fato poder em Deus para realizar qualquer que seja o milagre. O primeiro grande conflito que existe, está diretamente relacionado entre o homem interior e o exterior, ou seja, espírito e carne, pois o seu espírito crê que tudo é possível, basta usar a fé, porem a sua carne poderá certas questões e sempre tende ao lado lógico e racional, criado infinitas limitações.

Se ouvirmos a palavra de Deus permitindo que esta encha todo o nosso coração, automaticamente estamos permitindo que brote dentro de cada um de nós, frutos que produzirão vida, despertando a nossa fé, que quase sempre está sufocada pela razão ou pelo conhecimento humano. A partir deste instante superamos o primeiro grande obstáculo, a duvida, e conseguimos enxergar tudo ao nosso redor com os olhos da Fé, tornando-se tudo possível ao que crê. Isto acontece exatamente depois que uma pessoa começa a congregar e a manter-se sempre se alimentando das palavras de vida contidas nas sagradas escrituras.
Passado este obstáculo, surge o motivo deste estudo, o segundo grande conflito no coração daquele que crê em Deus com toda sua fé; saber se aquilo que ele tanto deseja, corresponde ou não com a vontade de Deus.

Observe nesta passagem bíblica em que o rapaz leproso aproximou-se do Senhor Jesus dizendo: ‘’ Senhor, se quiser podes purificar-me. ‘’ Está muito claro que aquele leproso já havia superado o primeiro obstáculo que mencionamos, ou seja, não havia nele dúvidas quanto ao poder do Senhor Jesus para curá-lo, tanto é verdade que ele foi categórico em afirmar que se o Senhor Jesus quisesse, poderia purificá-lo, isso é, bastaria Ele, Jesus, realmente estar disposto a fazê-lo.
Ora, o que o leproso não sabia, no entanto, era a vontade de Deus para sua vida.

Semelhantemente por várias vezes agimos de forma idêntica, sabemos que Deus pode fazer isso ou aquilo em nossas vidas, porém nos deixamos ser tomados por dúvidas quanto a sua vontade, permitindo este novo conflito no coração. Não é preciso muitas palavras para entendemos o que o que Deus quer para cada um de nós, basta somente compreendermos o que significa a resposta que o Senhor Jesus deu ao rapaz, até então leproso: ‘’Quero. Fica limpo!’’ Diz a bíblia que imediatamente o rapaz ficou purificado, o que significa dizer que o Senhor Jesus não permitia o sofrimento dele nem um só minuto a mais com aquela lepra.

Ora, Deus é Amor, como poderia Ele agradar-se do sofrimento de qualquer um de seus filhos? É preciso que não haja dúvidas dentro de nós quanto à vontade de Deus, pois Ele quer para nós tudo aquilo e muito mais que um pai quer para o seu filho, ou seja, o melhor, sob todos os aspectos. Lembre-se, a resposta Dele é: Quero!

‘’Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância’’(João 10; 10)

‘’Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais. ‘’(Jeremias 29; 11)


 Uma palavra de Fé

UMA PALAVRA DE FÉ -  MINISTRO LEANDRO -  DOMINGO 20/03/2011
 
 
No último domingo dia 20/03/2010, em reunião realizada às 10:00h. da manhã na Av. Sapopemba, nº 1692, o Ministro Leandro, pregando sobre o tema "ONDE ESTÁ A SUA FONTE?",  falou sobre a importância de nos fortalecermos para prosseguirmos alcançando nossos objetivos em todos os sentidos de nossas vidas, quer sejam espirituais, familiares, sentimentais ou materiais.
 
 Falou ainda sobre o inevitável sentimento de cansaço que nos persegue ao logo do caminho,  "O cansaço que muitas vezes nos deparamos, não é exclusividade nossa, pois o Sr. Jesus, após uma longa caminhada, depois de ter saído de Judéia em direção a Galiléia, também se sentiu cansado, tanto que assentou-se ao lado do poço de Jacó, para pedir à uma mulher samaritana que lhe desse de beber"  disse o Ministro, referindo-se ao fato de que sentir-se cansado não é sinônimo de derrota, perda ou desistência, mas uma circunstância vivenciada por todos nós em dado momento de nossas vidas, sendo portanto a escolha de se assentar ao lado da "fonte" para se fortalecer, o mais importante.
 
 No contexto das escrituras sagradas de João 4; 1-18, após a resistência da mulher samaritana em dar de beber ao Sr.Jesus da água que estava retirando do poço de Jacó, Jesus lhe disse que, se ela, mulher, soubesse quem lhe pedia água, dá-me de beber lhe diria a mulher, e Ele lhe daria água viva.
 
Assim, percebemos que Jesus também se cansou, e isso quer dizer que para cada um de nós não é diferente. Há momentos na vida que também nos cansamos frente a tantas dificuldades e problemas que enfrentamos, mas estar cansado não pode significar estar derrotado ou destruído, ao contrário, o cansaço significa a necessidade que temos de nos FORTALECER, devendo entretanto saber escolher a água certa capaz de nos levantar e fazer prosseguir, neste caso, a água VIVA que é JESUS.
 
 Discorrendo ainda sobre os ensinamentos do Apóstolo Paulo, de Efésios  6; 11, da Carta à Igreja em Filadélfia em Apocalipse 3; 7 - 9 ("Que tens pouca força...") e pelo profeta Isaías 40; 29, o Ministro Leandro concluiu a mensagem do domingo orando para que Deus através do Sr.Jesus ressuscitado, fizesse forte ao cansado e multiplicasse as forças ao que não tem nenhum vigor.
 
Assim ficou instituído na Igreja dos Herdeiros de Deus que o mês de Março é mês do FORTALECIMENTO, e em todas as próximas reuniões, a saber, dia 23/03/11 (4ª feira), dia 27/03/11 (domingo) e dia 30/03/11 (4ª feira), serão feitas orações com o mesmo propósito, além de participarmos do pão e da água na fé do que Deus fez com o profeta e homem de Deus Elias.


 

 Reunião de 11/03/2012, sob o título:  SEDE POIS IMITADORES DE DEUS COMO FILHOS AMADOS (Ef. 5;1)

 

Em reunião realizada neste domingo na IHD, o Ministro Leandro ao tratar do tema abordado pelo Apóstolo Paulo em sua epístola aos Efésios (5;1), discorreu sobre a importância de imitarmos o MODELO correto de Deus, na pessoa do Senhor Jesus.

Assim,  passando por Filipenses (3;17) e por várias outras passagens nos evagelhos de Mateus, Lucas e João, à luz dos exemplos extraídos das atitudes, postura e ações do Senhor Jesus, a Igreja foi levada a reflexão quanto ao verdadeiro MODELO de vida à ser seguido, comparado ao que ocorre na criação de nossos filhos e filhas na formação de seus valores e carater.

A reunião foi abeçoadora, e vale a pena registrarmos cada passagem conforme abaixo se transcreve.

SEDE POIS IMITADORES DE DEUS COMO FILHOS AMADOS (Ef. 5;1)

"... todos nós nos inspiramos em alguém para formação de nossos "modelos" de vida, em pricípio em nossos pais, e na vida profissional em relação ao alguém que admiramos ao exercer certa atividades..."
"...sempre vai existir a influencia de alguém para fazermos algo parecido...".
" A bíblia diz que devemos imitar à Deus...".
" Paulo seguiu ao Sr. Jesus, e disse: sede meus imitadores, como eu sou de Cristo..." (Fl. 3; 17)
"...Quando imitamos uma imitação errada, fazemos o errado achando que é o certo..."
"...assim devemos devemos tomar cuidado com a imitação "pirata" do Sr. Jesus, com falsas imitações, para não corrermos este risco...".

O Senhor JESUS é o MODELO certo para imitarmos á DEUS (Ef. 51;1)

Na HUMILDADE (Mt 3;13-15) - "No Batismo de Jesus, João era quem queria ser batizado pelo Senhor, nas o Senhor Jesus disse que assim acontecesse para cumprimento das Escrituras."

Na CONFIANÇA (Mt 8;23-24) - " Jesus dormia na popa do barco em meio a tempestade, porque confiava no controle da situação"

Na AUTORIDADE  (Mt 8;25-26) - "Ensinou-nos a usar a autoridade que vem dos Céus. Temos que usar nossa autoridade para determinarmos a mudança da situação, ao invés de nos desesperarmos"

Nos RELACIONAMENTOS (Mt 9; 9-13) - "O Senhor Jesus mesmo criticado pelos fariseus, assentava-se com publicanos e pecadores, pois dizia que os sãos não precisam de médico, mas os doentes"
" ...não temos que nos afastar da família e dos amigos, só porque esles não possuem a mesma fé, ao contrário, precisamos estar entre eles para levar a presença de Deus através de nossas vidas..."
" ... o Senhor Jesus nos ensinou sobre relacionamento, cois que muito cristão não sabe ter, se isolando, se afastando, especialmente por não seguir o modelo de Jesus..."

Na INTOLERÂNCIA COM OS DESÍGNOS DO DIABO (Mt 16;21-23) - "Pedro embora bem intencionado, não falou na parte de Deus, por o Sr. Jesus disse à Pedro, arreda satanás..."
" Os desígnios do diabo não podem prevalecer na igreja, e quanto a isso não pode haver tolerância.

No TEMOR À DEUS (Mt 21; 12-13) - "Quanto Templo do Senhro havia se trasformado em um verdadeiro comércio, o Sr.Jesus derrubou mesas, cadeiras, e expulsou os cambistas"
" O Sr. Jesus nos ensonou á respeito do temor quenato as coisas de Deus, a casa de Deus é lugar de comunhão, oração, e não de comércio."

Na HONESTIDADE (Mt 22; 15-21) - "Ao ser indagado pelos fariseus, o Sr. Jesus nos ensina a dar a quem de direito o que é certo.."
"...o que é certo é certo, e não podemso ficar com aquilo qué não é nosso, o que alías é o princípio da honestidade, dar a Cesar o que é de César e à Deus o que é de Deus".

No AMOR INCONDICIONAL  (Mt 19;13) - "Não importa quem seja, todos podiam e podem ter acesso à Ele, sejam crianças, idosos, homem, mulher, não importa a idade, o sexo, a igreja, o amor de Deus é incondicional."
" Não podemos amar apenas o nosso igual."

Na OBEDIÊNCIA (Mt 26; 37-39) - "Naturalmente que sua vontade não era sofrer na cruz, por isso o Sr. Jesus no Getsemani orou ao Pai pedindo que, se possível, passasse Dele aquele cálice, todavia que se fizesse a vontade de Deus."
" Este é um princípio basiliar do MODELO de obediência, querer que a vontade de Deus prevaleça sobre a nossa"

Na MISERICÓRDIA (Lc 23; 39-43) - "O Sr. Jesus  entre os malfeitores, quando um se arrependeu, reconhecendo que aquele que estava ao seu lado podia salva-lo, imediatament foi misericordioso"
"Algúém pode ter errado com você, mas Jesus nos ensinou á ter misericórdia, assim, dar-lhe uma nova chance"

No PERDÃO (Jo 8;1-8) - "No episódio da mulher adúltera,o Senhor Jesus nos ensionou à PERDOAR, sobretudo, porque também erramos, cada qual de uma maneina diferente."
" Não podemos condenar o outros, quando em verdade nossa própria consciência nos mostrará que também somos falahos"
" Perdoe que serás perdoado"

A QUEM NÃO IMITAR (Mt 23; 1-3) - "Ao contrário de tudo que o Senhor Jesus nos ensinou, nãodevemos imitar aqueles que não são bons exemplos, assim como os fariseus, já que tais falam mas não fazem"

O verdadeiro MODELO para ser imitado, o nosso espelho, não pode ser outro, senão o Senhor o JESUS CRISTO.

Quem Deus o abençoe!


O Nosso DESPREZO e o SILÊNCIO de Deus 

De fato o silêncio, seja ele qual for, nos leva a uma profunda angustia. Até numa discussão entre duas pessoas, quando uma resolve se calar, parece que a coisa ficar pior.... imagina quando Deus resolve adotar o SILÊNCIO com respeito as nossas vidas, quão horrível é para nós, que grande angustia!!!

Não sem razão Deus passou 400 anos em silêncio...

Em Malaquias cap.1, vers. 10, Deus chega a dizer: "Eu não tenho prazer em vós..." refletindo sobre a razão da profunda tristeza de Deus, encontrei no próprio versículo 6 a resposta..., uma palavra me chama a atenção, DESPREZO. 

“...ó sacerdotes que desprezais o meu nome."

Quem quer ou gosta de ser DESPREZADO??? Qual o Pai que não se sentiria amargamente entristecido quando desprezado pelo filho. Qual o Pai que não se cala frente ao desprezo do filho???

Em Prov. 19;16 encontramos a seguinte passagem: "O que guarda o mandamento guarda a sua alma, mas o que DESPREZA os seus caminhos, esse morre."

E falando em DESPREZO, o que dizer de Esaú ao desprezar seu direito de primogenitura (Gn.25;34);

Na Ceia do Senhor que Paulo critica a Igreja de Coríntios, o que era aquela situação (cap. 11.v. 20; 21) senão o reflexo do DESPREZO da Igreja a algo tão sagrado. 

Das nossas atitudes dependem o silêncio ou a resposta de Deus para as nossas vidas.

Que Deus o Abençoe grandemente.

 Min. Leandro.

Agosto/2012

Mensagens


 

Copyright 2014 - Herdeiros de Deus - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido e Hospedado por Eu Quero Eu Posso Eu Faço